Todo mundo gosta de guloseimas, mas o doce não é unanimidade entre todos, tanto que algumas pessoas até os trocam por frutas. Mas certamente muita gente, no mínimo, já experimentou os deliciosos M&M’s, no mercado há 70 anos e distribuídos em cerca de 100 países!

 

Poucas pessoas conhecem a história dos coloridos chocolates ao leite e como eles vieram a ficar conhecidos. Por isso nós do Gooru, decidimos pôr um fim nesses mistérios e vamos revelar alguns deles aqui. Confira a lista:

 

1 – A Segunda Guerra Mundial é grande responsável pelo sucesso do M&M’s

A história do doce começa em 1941, na Segunda Guerra Mundial.  Naquela época o chocolate era produzido em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Como era pequeno e fácil de levar, foi vendido exclusivamente para o exército naquela época, e a demanda era tão alta que a fábrica precisou se mudar para um local maior. Os civis só puderam ter acesso ao chocolate no final da Guerra, em 1945.

 

2 – M&M’S é a junção dos nomes dos donos

O nome do chocolate é o conjunto de Bruce Murrie e Forrest Mars (na foto), os dois usaram as iniciais de seus sobrenomes para criar a marca. Como os dois não eram tão amigos, Forrest Mars comprou a participação de Bruce por cerca de um milhão de dólares e ficou com o controle total da empresa.

 

3 – Nem sempre o chocolate teve letras impressas

Hoje em dia todos os chocolates da marca contêm a letra “M” impressa no doce, isso se tornou uma marca registrada na empresa. Até 1950 não existiam letras impressas nos doces, apenas a partir de 1950 e 1954 que o famigerado “M” começou a ser gravado, mas ainda em cor preta, só a partir de 1954 que a cor foi mudada para o branco.

 

4 – O Google é a empresa dos sonhos para alguns

Em 2012, todos os funcionários que trabalhavam na Google tinham acesso ilimitado a M&M’s. Porém o alto consumo de açúcar começou a preocupar os presidentes da empresa, que colocaram frutas em lugares mais visíveis, enquanto os chocolates foram para potes menos acessíveis.

 

5 – A empresa já desafiou famosos

Em 2015, Nash Grier, que ficou famoso na internet pelos seus criativos vídeos, foi desafiado pela empresa a vender um milhão de M&M’s em apenas um só dia. Para completar esse desafio, ele utilizou a ajuda de seus fãs pelas redes sociais – que o ajudaram a conseguir vender todo o doce.

 

6 – São vendidos em média 400 milhões de M&M’s por dia

Existe uma média de que atualmente a fábrica do doce produz cerca de 69 mil M&M’s por segundo. Multiplicando isso, temos uma média de 400 milhões de doces feitos por dia. Com esses números seria possível encher uma piscina de M&M’s.

7 – Os M&M’s já foram para o espaço

Em 1982 astronautas levaram os chocolates ao espaço. E a Nasa afirmou que o chocolate se tornou o doce favorito dos homens em outra atmosfera.

 

 8 – O doce não começou com todas as cores que tem hoje

Até a década de 1960 os M&M’s só existiam na cor marrom, só depois que começaram a aparecer as cores vermelha, verde e amarela. Alguns anos depois, a cor vermelha foi removida por pessoas afirmarem que o corante fazia mal à saúde. Em 1982 um rapaz criou uma associação que tinha como objetivo trazer a cor vermelha de volta, e conseguiram relançar a cor em 1987.

[ MMS Make ] [ Fotos: Reprodução / MMS Make ]