O rei Tutancâmon ou rei Tut, foi um dos faraós mais famosos da história. Ele reinou de 1332-1323 aC, antes de morrer prematuramente aos 19 anos.

Mas durante esse seu breve período como faraó, ele se casou com Anchesenamon, sua meia-irmã.

Que depois da morte de Tutancâmon, casou com seu sucessor, o faraó Ay.

No entanto, há um mistério em torno de como Anchesenamon morreu. Pois mesmo ela se casando com dois faraós, ela desapareceu dos registros históricos, e seu destino é desconhecido desde então.

Mas uma equipe de arqueologistas, dizem ter achado o que pode ser seu túmulo.

O arqueólogo Zahi Hawass, retratado acima com o ex-presidente Barack Obama, espera escavar o túmulo recentemente descoberto. Como relatou a Live Science, o túmulo pode pertencer à esposa de Tutancâmon (comumente conhecido como Rei Tut), perto do túmulo do faraó Ay.

O Vale dos Reis, onde o túmulo foi encontrado, é uma área na margem ocidental do Nilo, no Egito, onde estão localizadas várias tumbas reais, bem como câmaras funerárias para nobres.

É onde o próprio Rei Tut foi sepultado, bem como Ay, então seria sensato que a esposa do Rei Tut, Anchesenamon, fosse enterrada lá.

No momento, Hawass não tem certeza se o túmulo recém-descoberto pertence a Anchesenamon, mas ele espera obter mais pistas depois de começar a escavar.

Até agora, a equipe encontrou quatro depósitos fundacionais que indicam que existe um túmulo naquela área.

“Os antigos egípcios costumavam fazer quatro ou cinco depósitos de fundação sempre que começavam a construção de um túmulo”, acrescentou.

E “o radar também detectou uma subestrutura que poderia ser a entrada para o túmulo”.

Hawass é o responsável pelas futuras escavações no local, e irá determinar se existe de fato um túmulo e se realmente pertence a Anchesenamon.

Via: Live Science / Fique Sabendo Imagens: Reprodução / Live Science