Na última quinta-feira, dia 11 de maio todas as pessoas que andavam pela praia do Sea Side Beach Resort em Cavite, nas Filipina tomaram um susto. Uma “baleia morta” estava encalhada na beira da praia. Em pouco tempo a carcaça da baleia já havia chocado milhares de pessoas pelas mídias sociais. O que vale ressaltar é que não era o cadáver de uma baleia, era uma baleia feita totalmente de plástico.  

 

A baleia foi uma parceria entre o Greepeace com o artista filipino Dentsu Jayme Syfu, para aumentar a consciência coletiva sobre a poluição do oceano. A obra foi inspirada nas 30 baleias encalhadas que foram encontradas nas costas da Europa apenas em 2016, uma delas foi encontrada em Samal, Davao, nas Filipinas.

A instalação maciça tem 22 metros de altura por 3 metros de largura e foi feita de resíduos plásticos retirados do oceano. As vísceras da baleia são compostas por recipientes de plástico, saquinhos, garrafas e diversas ouras coisas. A comoção online foi tão grande que no período de 24 horas, a petição aberta online reuniu um total de 3.000 assinaturas das 300 necessárias.

Vários meios de comunicação das Filipinas e da Ásia propagaram o movimento. A escultura da baleia morta foi um símbolo perfeito d a destruição que estamos causando aos nossos oceanos com resíduos de lixo, que são previstos de destruir a vida marinha até 2050. 

Assine a petição agora e ajude, use também a hashtag em suas mídias sociais para propagar a campanha: #RefusePlastic

 [ BoredPanda ] [ Fotos: Reprodução / BoredPanda]