Os trabalhadores do Museu de Auschwitz, na Polônia, encontraram um anel de ouro e um colar cuidadosamente envoltos em uma tela antes de serem escondidos em uma base falsa de uma caneca.

A mesma fora confiscada pelos nazistas no campo de concentração de Auschwitz, e escondeu um segredo por mais de 70 anos.

Infelizmente, este é só mais um, dentre vários pertences de pessoas que eram deportadas para Auschwitz-Birkenau, um dos maiores campos de concentração estabelecidos pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, de acordo com o museu.

A ocultação de itens valiosos prova, por um lado, a consciência das vítimas quanto à natureza do roubo da deportação, mas por outro lado, mostra que as famílias judias tinham constantemente um raio de esperança de que esses itens poderiam ser necessários no futuro da sua existência”, disse Piotr Cywinski, diretor do Museu Estatal de Auschwitz-Birkenau.

Os tesouros foram encontrados enquanto os trabalhadores estavam catalogando objetos para organizar a coleção do museu com 12.000 peças de cozinha esmaltadas.

Os conservadores do museu documentam todas as suas descobertas, mas muitas vezes não há como identificar os proprietários dos itens, mas desta vez, a descoberta foi possível depois de usar imagens de raio-X que permitiram encontrar o anel e o colar escondidos em um delicado esconderijo na base da caneca. 

Via: CNN  Imagens: Reprodução