Idosos são pessoas meigas que precisam de todo cuidado e atenção, como recém-nascidos. Aualquer pequeno sinal a que não prestamos atenção pode ocasionar uma doença grave. Foi o que ocorreu com a chinesa Liang Xiuzhen. A idosa percebeu uma protuberância que causava incômodo e coceira, e sua família optou pelo uso da medicina tradicional chinesa, que não funcionou. A protuberância começou a crescer e ficou parecida com um chifre, fazendo com que a idosa recebesse a alcunha como “mulher unicórnio”.

 

Após dois anos com este chifre, Liang acabou rompendo-o acidentalmente e, desde então, outra protuberância começou a crescer no lugar – e bem maior! Ao ser levada ao hospital, em 2015, a mulher de 87 anos, teve o esclarecimento: o “chifre” se tratava de um tumor, conhecido como chifre cutâneo, tendo queratina – que forma unhas e cabelos – como principal composição, podendo ser benigno ou maligno.

 

Apesar de os médicos levantarem a possibilidade de tirá-lo através de uma cirurgia, a família optou por não a fazer pela idade avançada de Liang.

[ Mirror ] [ Foto: Reprodução / Mirror ]