Basta andar por qualquer cidade no Brasil para saber que obras públicas, normalmente, levam bastante tempo em sua execução.

 

O fato não é exclusividade brasileira, o mesmo acontece em países do Continente Americano e alguns países da Europa, seguindo um padrão. Uns são mais efetivos, outros menos. Um exemplo disso é que no país mais desenvolvido das Américas, os EUA, realizaram a extensão lateral de rodovias de Los Angeles. O projeto era complexo e apenas a demolição de um viaduto durou cerca de três dias – o que para os padrões brasileiros é algo bastante rápido!

 

Porém, a China mostrou ao mundo como ser eficiente na reconstrução de obras públicas. Um enorme trecho de estrada que envolvia alguns viadutos, conhecido como “Ponte Sanyuan”, foi demolido e reconstruído totalmente em apenas 43 horas.

ponte-Sanyuan

O local é uma das principais vias de Pequim e a velocidade do projeto surpreendeu os próprios chineses, pois estava estimado para ser concluído em dois meses – caso os métodos tradicionais fossem utilizados -, informou a emissora China Radio International

 

Não houve nenhuma inovação na demolição, porém, a reconstrução contou com um viaduto inteiro pré-fabricado, que foi transportado até o local para ser implantado. O piso de concreto possuía 55,4 metros de comprimento e 44,8 metros de largura, contando com 9 vigas de aço adicionais, contabilizando 1.300 toneladas.

 

O projeto utilizou peças rodoviárias modulares, uma inovação da arquitetura discutida há algum tempo por viabilizar obras mais rápidas e efetivas, atrapalhando menos o transporte. O método de construção foi utilizado pela primeira vez, nesta escala, na China, tendo a aprovação da população.

Muitos edifícios chineses já utilizaram a mesma técnica: módulos pré-fabricados encaixados na estrutura previamente montada. Porém, em obras públicas deste porte, a utilização é mais complexa, justamente por ainda ser um conceito.

 

A empresa holandesa VolkerWessels, usando o mesmo princípio, pretende inovar na área de obras públicas, criando protótipos de estradas feitas de plástico, que poderiam ser formadas por um encaixe simples.

[ Gizmodo ] [ Foto: Reprodução / Jason Zhang/Flickr ]