Raudskinna ou Rauoskinna significa na “pele vermelha” islandês, porque essa era a cor deste livro aterrorizante. Ele Também é conhecido como “O Livro da energia” ou “O Livro do poder.” É suposto ser o livro mais assustador de magia negra que já existiu e seu objetivo é dominar o próprio diabo para ser colocado a serviço do mago que o possui.

 

O autor do livro foi Gottskalk Nikulausson, bispo da cidade de Hólar. Mas por que o fez e o que ele conseguiu? Nascido em 1469 na Islândia, ele foi nomeado bispo em 1496, mas sua vida não foi totalmente baseada nos princípios do cristianismo. Ele teve duas esposas sendo que com a primeira teve dois filhos e com a segunda uma menina.

Sabe-se que era um homem ambicioso, cruel e manipulador, e que também se interessou em bruxaria e magia negra para transformar seus interesses em realidade. Sua intenção era conquistar Satanás, e assim o escravizar e governar o mundo. As pessoas de sua região sabiam o que ele estava fazendo e quando ele morreu, em 1520 foi enterrado com seu livro: o Raudskinna.

Um homem chamado Loftur foi até a catedral de Hólar para aprofundar seus estudos em magia negra. Ele estudou um livro conhecido como Graskinna mas não foi o suficiente, ele queria o conhecimento do Raudskinna. Ele sabia que tinha sido enterrado com o bispo que o escreveu, mas não sabia quão grave era. Uma noite ele foi para a catedral para invocar o espírito dos bispos enterrados e obter o Raudskinna. Um estudante ajudou Loftur e cantaram salmos de louvor ao diabo e outros feitiços até que ele conseguiu que três bispos se levantassem de seus túmulos.

Ele continuou cantando e finalmente apareceu o bispo que levava nas mãos um livro vermelho com letras de ouro. Loftur não se rendeu, voltou a cantar louvores ao diabo e a igreja tremeu. O estudante que o acompanhava pensou ter visto Gottskalk dando o livro a Loftur, mas começaram a tocar os sinos da catedral.

 

O encanto foi quebrado e a cena desapareceu. Loftur logo morreu enquanto navegava em seu barco, a lenda diz que o diabo o arrastou profundamente para o mar. O mistério continua para os Islandeses. Alguns dizem que o Raudskinna foi destruído, mas outros acreditam que ele ainda está lá, enterrado em algum lugar próximo ao bispo.

[Super Curioso ] [Fotos: Reprodução / Super Curioso ]