Noah Wall é um milagre. Quando ainda estava no útero de sua mãe, Shelly Wall, um exame detectou que a criança possuía uma condição complicada: Noah tinha hidrocefalia, o que fazia com que, além de ter a cabeça maior, tinha apenas 2% do cérebro.

 

Por conta das condições, Shelly e seu marido Rob foram aconselhados inúmeras vezes ao aborto, já que as estatísticas de sobrevivência do garoto eram mínimas, e, se sobrevivesse, teria grandes complicações. 

Shelly e Rob foram insistentes e prosseguiram com a gravidez, e seu filho vem surpreendendo muitos médicos. Noah não só sobreviveu, como aprendeu a falar e fazer contas. Mas não é só isso que intriga os médicos.

Aos 4 anos de idade, Noah retornou aos médicos, que quiseram avaliar sua situação e, para espanto de todos, o cérebro de Noah cresceu e se desenvolveu, atingindo 80% do volume de um cérebro normal. 

 

O caso do garoto é raro e está estimulando muitos médicos a estudarem tal situação. Os pais de Noah acreditam que mesmo após algumas cirurgias no quadril o garoto poderá andar sem o auxílio de cadeiras de rodas. Seu caso será mostrado em um documentário produzido pela BBC.

 [ Mirror.co ] [ Fotos: Reprodução / Mirror.co ]