Já parou para pensar em como alguns dos monumentos mais importantes do mundo eram usados no passado? Embora suas ruínas nos deem um vislumbre bem próximo do original, é difícil conseguir imaginar com exatidão sua aparência.

 

Mas, esse problema foi resolvido pela equipe do Expedia, que voltou no tempo para recriar algumas das ruínas mais famosas do mundo. As imagens, dispostas em GIFs, nos dão uma ideia bem próxima de como eram essas construções no momento em que foram criadas.

 

1- Parthenon, Atenas, Grécia

Quando foi construindo no século 5 a.C., o Parthenon foi um templo dedicado a deusa grega da sabedoria Atena, e até mesmo abrigava uma monumental estátua dourada em sua homenagem. No entanto, em 1687, ele foi severamente danificado em consequência da Grande Guerra Turca, embora boa parte de sua estrutura dórica tenha resistido às explosões.


O que sobrou é hoje um dos pontos turísticos mais visitados da Grécia, atraindo milhões de visitantes todos os anos. A simulação abaixo mostra o antes e depois do templo, localizado na Acrópole de Atenas.

 

2 – Pirâmide de Nohoch Mul (Cobá), Península de Yucatán, México

A pirâmide de Nohoch Mul está localizada dentro da histórica cidade pré-colombiana Cobá, no Estado de Quintana Roo. A maior parte da cidade foi construída durante o período clássico da civilização Maia. Acredita-se que as pirâmides tenham sido feitas entre 100 a.C e 100 d.C, e abandonadas por volta de 1550, devido a chegada dos conquistadores espanhóis.

 

Com 41 metros de altura, a pirâmide de Nohoch Mul é a mais alta de Yucatán, e a segunda mais alta do mundo. Ela foi descoberta em meio a selva mexicana em 1800, embora só tenha sido aberta ao público em 1973.


3 – Templo de Júpiter, Nápoles, Itália

Construído em homenagem ao deus do céu e do trovão Júpiter, o templo foi extremamente importante na vida religiosa da antiga cidade de Pompéia, localizada na baía de Nápoles, durante o século 1. No entanto, durante a grande erupção do Monte Vesúvio, em agosto de 79 d.C., o templo foi destruído juntamente com toda a cidade. Ele só foi descoberto no século 16, e após anos de escavação se tornou no que hoje atrai milhões de visitantes todos os anos.


4 – A Muralha de Adriano, Reino Unido

Localizando ao norte da Inglaterra, próximo da fronteira com a Escócia, a Muralha de Adriano foi construída durante o século 1 d.C. A razão de sua construção ainda é tema de debate entre historiadores, embora a teoria mais aceita seja de que o imperador romano Adriano tenha construído a muralha para tornar seu império mais seguro.


5 – Templo de Luxor, Luxor, Alto Egito

Considerado um dos monumentos históricos mais importantes do Egito Antigo, ele foi construído por volta de 1.400 a.C. em homenagem ao deus egípcio Amon, embora partes do templo tenham sido adicionadas nos anos que se seguiram. Ele foi encomendado por Amenhotep III, e renovado por Ramsés II um século depois, sendo unido ao Templo de Karnak. Construído com blocos de arenito, ele guarda uma série de obeliscos, esfinges, colunas e estátuas.


6 – Pirâmide do Sol, Teotihuacán, México

Considerada a terceira maior pirâmide do mundo, ela foi construída no século 2 d.C. e voltada para o oeste de modo que, durante o solstício de verão, o sol iria se pôr exatamente a sua frente. Com 65 metros de altura, ela é também a estrutura mais volumosa da cidade, com 2,5 milhões de toneladas de material. É dito que Teotihuacán foi um dos primeiros centros urbanos do México central e hoje um dos sítios arqueológicos mais importantes do país.


7 – Largo di Torre Argentina, Roma, Itália

Essa praça localizada na zona de Campo de Marte, em Roma, abriga cerca de quatro ruínas do império romano. Ela foi descoberta em 1920 e o templo B é o mais recente dos quatro. Isso porque, seis colunas ainda estão intactas. Curiosamente, assim como acontece em alguns pontos de Roma, o templo, além de fascinante, serve de casa para centenas de gatos, que vivem ali de maneira independente e ocasionalmente são alimentados por voluntários.

[ View Finder / Sua Pesquisa ] [ Fotos: Reproduçao / View Finder  / Flickr ]