Na natureza, há milhares de fenômenos que desconcertaram a humanidade durante milênios. A maioria é tão bonita quanto impressionante e muitos não foram ainda explicados pela ciência. 

As águas do sul da França são o lar da Ilha de Ré, que tem praias fantásticas onde ainda existem vestígios de antigos bunkers nazistas. Parece ser uma ilha como qualquer outra. Mas, há algo que a diferencia das restantes.

Quem sobe em algum ponto um pouco mais alto, percebe que ondas se formam de modo quadrado, como se um enorme tabuleiro de jogo de xadrez estivesse surgido. 

A visão é tão espetacular que o farol local usado para observação é um ponto de encontro para turistas e habitantes que desejam apreciar o estranho fenômeno que, embora os antigos pensassem ser formado por uma força mágica, há uma explicação científica bastante estudada. 

A Ilha de Ré está localizado no limite entre dois mares, no que é chamado de Cruzamento de Mares, o que favorece a formação única e impressionante. 

Sob a superfície da água, os diferentes sistemas de ondas cruzam em um ângulo oblíquo (o que não é reto), quando as condições permitem que esses padrões sejam mantidos. É então que essas células quadradas podem ser produzidas, quando existem condições favoráveis e um fluxo contínuo das correntes marinhas. 

Além da beleza inegável deste fenômeno, é importante enfatizar que é igualmente perigoso para os banhistas.

As fortes correntes geradas podem desencadear outras ondas denominadas Correntes de Ressaca, que se assemelham a “um rio corrente que se afasta da costa”. A cor desse rio é ligeiramente diferente e contém bolhas; se dentro do mar existem alguns objetos soltos como galhos ou lixo, essas correntes os atraem rapidamente e os afasta da costa.

O perigo real não é ser arrastado por elas dentro do mar, mas sim a forma como a pessoa reage: muitos banhistas entram em pânico e tentam nadar contra a corrente, se cansando imediatamente e afundando.

A chave para escapar não é nadar contra ela, mas paralelo à costa.

Sem dúvida, um fenômeno incomum que, mesmo depois de conhecer sua causa, nos deixa espantados por sua beleza e particularidade.

Via: Trope Cut / Fique Sabendo Imagens: Reprodução / Trope Cut