Uma estudante de medicina de Alagoas, que não teve sua identidade revelada, foi suspensa do estágio na rede de saúde pública do município de Marechal Deodoro, após ironizar a morte de uma paciente nas redes sociais. O episódio aconteceu nesta terça-feira.

O caso aconteceu na Unidade Mista Dr. José Carlos Gusmão. Na foto, que foi publicada nos stories da conta do jovem no Instagram, ela exibiu o nome da paciente e escreveu:

“Faltando 10 min para minha hora de dormir, chega mulher infartando e com edema agudo no pulmão e agora já passou 1h30 da minha hora de dormir. Tô puta”.

Na postagem seguinte, ela informou a morte da paciente: “Atualizações: a mulher morreu e eu não dormi”.

As postagens da jovem circularam em grupos de Whatsapp, nos quais a estudante foi criticada pela insensibilidade e exposição da paciente, até chegarem a direção do curso de Medicina onde ela está matriculada.

O Centro Universitário Cesmac publicou uma nota nas redes sociais em que informa ter iniciado um processo administrativo para investigar o caso.

A universidade afirmou que a aluna cursa o nono período do curso de Medicina na instituição e cumpria estágio no regime de internato em uma unidade de emergência.

Segundo a nota, a jovem foi afastada de suas atividades acadêmicas na universidade e pela Secretária de Saúde de Marechal Deodoro.

Fonte(s): Extra Imagens: Reprodução / Extra