A popularidade não é mesmo o forte do Windows Phone. Até mesmo o co-fundador da Microsoft, Bill Gates, revelou que usa um smartphone Android, em vez de um Windows. “Recentemente, eu realmente mudei para um telefone Android”, disse ele, falando no programa de TV americano Fox News Sunday.

 

Os telefones com tecnologia Windows da Microsoft não conseguiram causar um impacto significativo no mercado de smartphones, que é dominado por dispositivos que executam o sistema operacional Android, da Google.

 

No entanto, Gates diz que instalou muitos aplicativos da Microsoft em seu telefone. Quando perguntado se ele também tinha um iPhone, talvez como um dispositivo secundário, ele respondeu: “Não, iPhone não”. Entretanto, ele não revelou qual smartphone específico ele usa atualmente.

 

A Microsoft tem tido dificuldades para fazer sucesso com seu próprio sistema operacional móvel, o Windows Phone. Em 2014, a gigante dos softwares pagou 7,2 bilhões de dólares para comprar os celulares da Nokia, mas os telefones com Windows representaram menos de 1% das vendas globais de smartphones em 2016.

 

O último sistema operacional da Microsoft, o Windows 10, pode alimentar tanto os smartphones quanto laptops, tablets e computadores. No entanto, poucos smartphones com Windows 10 foram lançados. Em abril, a Microsoft começou a vender uma versão personalizada do smartphone Galaxy 8 da Samsung em suas lojas nos EUA.

A estratégia da Microsoft sob seu atual executivo principal, Satya Nadella, é tornar os aplicativos e serviços da Microsoft amplamente disponíveis no Android e no iPhone”, diz Ian Fogg, analista da consultoria de tecnologia IHS Markit. “É aí que os clientes deles estão nos dias de hoje”.

 

O telefone “Microsoft Edition” vem com os aplicativos da empresa, como o email do Office, Outlook, e o seu assistente de voz Cortana incluído. Colocar o sistema operacional Windows no telefone de todos costumava ser uma prioridade, mas agora é sobre a venda de serviços como o Office e o Outlook”, explica Fogg. “Para fazer isso, você deve disponibilizar esses serviços em todos os dispositivos”.

[ BBC via HypeScience ] [ Foto: Reprodução / Wikipédia ]