Novas fotos de satélite mostram que o desastre natural do furacão Irma mudou a aparência das ilhas do Caribe, de verdes a castanhas. A tempestade atingiu a região semana passada com a força total dos seus ventos de categoria 5.

 

O Irma devastou ilhas como Barbuda e St. Martin, matando pelo menos 33 pessoas. Agora que as suas nuvens estão começando a dispersar, é possível ver o dano deixado pelo fenômeno natural com o uso de satélites.

 

O resultado do furacão

 

O contraste das imagens de antes e depois da tempestade é assustador. As ilhas com paisagens verdejantes no final de agosto agora estão marrons e estéreis.

 

Por quê? É possível que os ventos do furacão tenham arrebatado a vida vegetal das ilhas, deixando o terreno nu, conforme escreve Kathryn Hansen para o Observatório da Terra, da NASA. O “spray salgado” lançado pela tempestade também poderia ter secado as folhas ainda no ramo, tornando-as marrons.

 

A ilha Virgin Gorda, acima, foi fotografada pelo satélite Landsat 8, desenvolvido pela NASA e pelo US Geological Survey (Pesquisa Geológica dos EUA). A cor do oceano parece mais brilhante e azul após a tempestade, possivelmente porque as águas agitadas são melhores em espalhar a luz, alterando a forma como são percebidas.

 

A pequena ilha de Barbuda, de 176 quilômetros quadrados, acima, foi particularmente atingida pelo furacão. Cerca de 95% das estruturas da ilha foram danificadas, e o caminho para a recuperação será provavelmente muito difícil.

[ TheVerge via HypeScience ] [ Fotos: Reprodução / The Verge ]