A língua, quando saudável, possui coloração rosada e fica coberta por uma secreção fina e úmida.

 

Ela é formada por uma musculatura estriada esquelética, e sua função é dar início ao processo de digestão. Ela também possui papilas gustativas em sua superfície, que são responsáveis pela identificação dos sabores da comida. Mas, uma língua com manchas brancas pode indicar coisas não tão boas, como doenças bucais, deficiência de vitaminas, e até mesmo uma doença mais grave, como AIDS.

 

Para obter um diagnóstico correto é preciso realizar uma análise completa em um dentista. Um problema que afeta muitas pessoas, são as manchas brancas na língua. Elas são conhecidas como saburra lingual ou biofilme lingual.

Essas manchas podem aparecer devido à formação de uma placa bacteriana no fundo da língua, que surge quando a produção de saliva diminui ou quando a mucosa bucal sofre uma descamação epitelial. Uma outra causa apontada é infecção por fungos, provocando a chamada candidíase oral. Essa condição acontece normalmente em crianças e idosos, pois os seus sistemas imunológicos estão debilitados.

 

Existe também uma outra condição chamada Leucoplasia, que faz com que manchas brancas cresçam na boca e na língua quando as células se desenvolvem demasiadamente. Mesmo não sendo tão grave, essa condição deve ser diagnosticada, pois em casos mais complexos, pode levar ao surgimento de um câncer bucal.

 

Apontada como outra causadora pelo aparecimento de manchas brancas na língua, uma doença chamada Líquen Plano é uma inflamação que além de atingir cabelo e unhas, também aparece nas mucosas e pele. Os sintomas são: surgimento de lesões na língua, como bolhas ou placas geralmente nas partes laterais.

 

Todas essas condições podem ser as causas do surgimento de manchas brancas na língua, mas a melhor forma de realizar um diagnóstico correto é ir ao dentista regularmente.

[ Diário de Biologia ] [ Fotos: Reprodução / Diário de Biologia ]