Você já ouviu falar do canhão eletromagnético? Essa arma, conhecida em inglês como railgun, é a nova queridinha das iniciativas militares.  

 

Países como Rússia e EUA têm concentrado esforços no desenvolvimento de protótipos. Agora, uma equipe de cientistas russos testou com êxito seu primeiro canhão eletromagnético.

Ele é tão poderoso que pode disparar projéteis a 3 quilômetros por segundo, rápido o suficiente para rasgar qualquer tipo de armadura que exista hoje.

 

Velocidades surpreendentes 

Essa arma é uma grande promessa para a próxima geração de artilharia militar, mas a Rússia também quer aproveitá-la em outras aplicações – por exemplo, para levar carga para a Estação Espacial Internacional. O canhão eletromagnético é revolucionário em termos do quanto pode acelerar um projétil. Os testes conduzidos pela equipe russa demonstraram uma velocidade imensa, que é metade do que foguetes precisam para fugir da gravidade da Terra.

 

Rússia x EUA 

Além da Rússia, os Estados Unidos também estão trabalhando em sua própria versão do canhão. Suas avaliações, no entanto, usaram projéteis significativamente maiores. O próximo teste marítimo americano tentará disparar uma bala de 20 kg a velocidades hipersônicas (até 6.120 km/h), enquanto o projétil russo é mil vezes menor, mas alcança velocidades de 11.000 km/h.

 

Vídeo 

No vídeo abaixo, o protótipo da arma russa é mostrado disparando um cilindro de plástico de 15 gramas – e criando um buraco em uma placa de alumínio grossa.

 

 

[ Futurism via HypeScience ] [ Foto: Reprodução / HypeScience ]