O Monte Rushmore é um dos monumentos mais emblemáticos do mundo. Localizado na cidade de Keystone, Dakota do Sul, o monte tem esculpidos os 4 primeiros presidentes dos Estados Unidos: George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln.

 

Idealizado pelo pintor e escultor Gutzon Borglum, o monumento foi construído durante os anos de 1927 e 1941, levando 14 anos para finalização. Mas Borglum morreu, mas seu trabalho foi continuado por seu filho Lincoln, e o monumento foi inaugurado em 1946.

Apesar de ser uma escultura bastante conhecida mundo afora, poucos sabem que a obra possui uma sala secreta, localizada onde fica o lóbulo frontal do cérebro de Abraham Lincoln. Na década de 1930, Gutzon Borglum, construiu a sala para servir como um cofre de documentos históricos dos Estados Unidos.

 

Mas como Borglum morreu em 1941, não conseguiu ver o projeto da sala ganhar vida. Mas em 1998, cerca de 50 anos depois, os oficiais do monumento ressuscitaram o sonho do escultor de colocar os registros da história do país na sala.

Hoje na sala secreta estão guardados documentos importantes da História dos Estados Unidos. Seladas atrás de uma laje de granito de quase 540 quilos, dentro de uma caixa de madeira, estão a Constituição dos Estados Unidos, a Declaração de Independência, a Declaração de Direitos, uma biografia de Borglum e breves descrições de cada presidente no monumento.

 

 

O texto de cada documento é esculpido em uma série de painéis de esmalte de porcelana.

Atualmente, o Hall está fechado para público. O mais próximo possível que se pode chegar é a entrada em ruínas, localizada atrás de uma elevação rochosa à direita da cabeça de Lincoln. 

 

Certamente, poucos imaginaram que ali haveria uma sala secreta, ainda mais que ela conteria documentos de extrema importância para os Estados Unidos.

[ Business Insider ] [ Fotos: Reprodução / Business Insider ]