O youtuber russo Ruslan Sokolovsky, de 22 anos, foi condenado a 5 anos de prisão por jogar Pokémon Go, na Igreja do Sangue, em Ecaterimburgo, a cerca de 1,6 mil km de Moscou. A pena de Sokolovsky foi diminuída apenas para três anos e meio de reclusão graças à ajuda dos repórteres, segundo o jovem. 

 

A condenação veio de um vídeo gravado pelo homem em agosto de 2016, quando capturava os monstrinhos de realidade virtual. Segundo as autoridades, o crime teria “ofendido as sensibilidades religiosas”.

Sokolovsky teria feito o vídeo na intenção de confrontar o governo sobre tais punições quanto aos sentimentos religiosos, questionando quem se sentiria ofendido por alguém entrar com um smartphone em uma igreja. 

A pena de Sokolovsky só será em regime fechado se o autor repetir infrações deste tipo. 

[ IdgNow ] [ Fotos: Reprodução / IdgNow / UOL ]